GSP zoa com tamanho de Bisping: “Só fará barulho quando cair no chão” – Torcedores.com



Após o anúncio de que lutaria pelo cinturão dos meio-médios do UFC contra Georges St-Pierre, Michael Bisping vem provocando o seu adversário e chegou até ameaçar a não enfrenta-lo. St-Pierre se pronunciou sobre o assunto em entrevista ao canal “RT Sport” e ironizou o tamanho de Bisping.

“Nunca me interessei em subir de categoria porque tinha muito o que fazer nos meio-médios. Sempre que vencia uma luta, já tinha a próxima. E eu detonei o ligamento anterior cruzado do joelho. Por estar lesionado, fiquei algum tempo parado e acabei voltando direto para uma defesa de cinturão. O peso também era uma das razões. Nunca fui um meio-médio muito grande. Nessa pausa que dei na minha carreira, aproveitei para ganhar um pouco de peso e me certifiquei de que a coisa foi feita corretamente, porque ainda estou ganhando. Nunca tive medo de lutar no peso-médio. O problema não é lutar, e sim treinar, porque você precisa treinar com caras maiores, e as chances de lesão aumentam. Agora é a hora perfeita para isso”, disse St-Pierre.

LEIA MAIS:
OPINIÃO: ROBERT WHITTAKER ESTÁ PREPARADO PARA O CINTURÃO?
RONALDO JACARÉ POSTA NO INSTAGRAM APÓS DERROTA: ‘ESTAREI DE VOLTA MAIS FORTE’

O canadense também alfinetou o inglês, dizendo que é muito melhor que ele e ironizando o tamanho de Bisping.

“É claro que Michael Bisping estará maior que eu, mas acho que essa é a única vantagem que ele vai ter. Sou superior nas partes técnica, tática e atlética. Pouco importa se ele é mais alto ou maior que eu. A única diferença que isso fará será quando ele cair no chão, porque o barulho será maior”, disse.

O lutador também explicou porque a luta ainda não foi marcada e disse acreditar que Bisping está mentindo sobre enfrentar Yoel Romero ao invés dele.

“Acho que ele está mentindo. Ele quer me enfrentar, e eu quero lutar com ele, e ambos sabemos que essa luta renderá muito dinheiro para nós dois. A decisão cabe a ele, mas se ele quiser, eu estou pronto para lutarmos. É para ele que estou me preparando. Se as coisas mudarem, eu terei que me adaptar rapidamente, mas isso não é problema. Eu consigo. Mas ele é o cara, é o dono do cinturão. Para mim, ele é o rival mais valioso, e eu sempre miro no maior alvo”, declarou o atleta.




こんな記事もよく読まれています



コメントを残す